6. A Mitologia e os signos – Virgem

astréia

 

Houve na Terra,  uma  época em que a primavera era eterna, o ser humano não conhecia a velhice,  a fome, a dor, as catástrofes, os crimes e a guerra.

Em tal época, conhecida como a Idade do Ouro, homens e deuses viviam em perfeita harmonia. Astréia, filha de Zeus e Têmis, vivia entre os homens aconselhando-os e dando-lhes noções de leis e justiça.

Como nada é perfeito e imutável, o ser humano começou a ficar soberbo.  Acreditando ser dono do próprio destino, foi deixando de cumprir suas obrigações com os deuses.

Toda essa soberba provocou a ira de Zeus, que decretou o fim da Idade de Ouro, limitando a primavera, acabando com a juventude eterna e obrigando o homem a prover seu próprio sustento.

Muito chateada com o rumo tomado pela humanidade, primeiro Astréia resolveu refugiar-se nas montanhas, ficando disponível a quem precisasse de seus conselhos. No entanto, quando o homem tornara-se ambicioso e belicoso, deixando a honradez de lado, Astréia resolveu abandonar de vez o convívio com eles, refugiando-se no céu na constelação de virgem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: