Alma Gêmea

No início dos tempos, alguns seres mitológicos, os andróginos, possuíam forma esférica e abrigavam em si o corpo feminino e o masculino. Como eram muito soberbos desafiaram os deuses e sofreram um terrível castigo, foram separados. Zeus os partiu em dois e ordenou que suas peles fossem costuradas.  

Enfraquecidas, as duas metades passaram a buscar as partes que lhes completavam.  Quando davam  a sorte de se encontrarem abraçavam-se e assim permaneciam até morrerem. De acordo com o mito, isso explica a ânsia pela busca da “alma gêmea”, pois unidos os seres se sentem fortes novamente.

Na gestação, bebê e mãe são um único ser, mas a partir do nascimento, da ruptura dessa simbiose, o homem passa a experimentar muitos momentos de solidão.

A ausência afetiva, o vazio causado pela solidão e pela dificuldade que muitos têm de lidar consigo mesmos,  leva a buscar no outro o sentimento de unidade perdido, com a esperança de que será resgatado o equilíbrio emocional. Esse mito ilustra bem a dificuldade de se lidar com tais questões, daí a mágica e irresistível atração relatada na narrativa quando acontece o encontro das almas gêmeas.

Jane Maria de Almeida Barbosa

Uma resposta to “Alma Gêmea”

  1. Nossa eterna procura as vezes agente encontra mais a buscá já o máximo!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: