Curiosidades Históricas

Os campeões de permanência no poder

O governante que mais tempo se manteve no poder no mundo ocidental foi o rei Luís XIV, manteve-se no trono durante 72 anos. Seguindo o monarca francês vem Francisco José, do Império Austro-húngaro, que reinou 68 anos. Em terceiro lugar está Vitória, rainha da Grã-Bretanha, que ostentou sua coroa por 64 anos.

Os primeiros escravos no Brasil

Os primeiros escravos negros foram trazidos para o Brasil em 1538 por um certo Jorge Lopes Bixorda. Calcula-se que, desde então e até 1865, quando o tráfico foi finalmente proibido, entraram no país cerca de 15 milhões de escravos.

Introdução da iluminação pública

A primeira cidade a ter iluminação pública na América Latina foi Campos, Estado do Rio de Janeiro. As luzes de suas ruas acenderam-se no dia 24 de julho de 1883. A segunda cidade brasileira a substituir os lampiões de gás foi Juiz de Fora, Minas Gerais, em 5 de setembro de 1889.

As primeiras moedas do Brasil

As primeiras moedas em que aparece o nome do Brasil são de 1816. Foram emitidas especialmente para comemorar a elevação do Brasil à categoria de Reino. Cunhadas em ouro, prata e cobre, traziam a inscrição: Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarve.

Incêndios quase destruíram Londres

Londres nunca sofreu terremotos, mas detém o recorde de incêndios gigantescos que quase a destruíram nos anos de 962, 1087, 1262 e 1666. Durante a II Guerra, quase a metade da cidade foi demolida pelos bombardeios alemães.

Batalha de Tuiuti foi a maior já travada na América do Sul

A América do Sul nunca se notabilizou pelos conflitos entre as nações que a integram. A maior batalha já travada no continente foi a de Tuiuti, em 24 de maio de 1866, com a participação de 20 mil soldados brasileiros, 4 mil argentinos e mil uruguaios contra 24 mil paraguaios.

Chica da Silva entrou para a história pelo fascínio que exercia sobre seu amante

Chica da Silva foi uma ex-escrava que entrou para a história brasileira pelo fascínio que exercia sobre seu amante, o rico desembargador João Francisco de Oliveira. Ela o obrigou a construir um lago artificial no vasto jardim da casa que ele lhe presenteara e pôr ali um navio de verdade, com mastros, velas e âncora, para que Chica e os amigos pudessem navegar, o que faziam com grande alarido.

Leônidas, rei de Esparta, proferiu uma das frases memoráveis da História durante Batalha das Termópilas

Entre as frases memoráveis da História está a resposta de Leônidas, rei de Esparta, ao ultimato de rendição de Xerxes, rei da Pérsia, na Batalha das Termópilas (480 a. C). “Minhas flechas serão tão numerosas que obscurecerão a luz do Sol”, ameaçou Xerxes, à frente de numeroso exército. Leônidas, que contava com apenas 300 soldados, respondeu: “Tanto melhor, combateremos à sombra!”.

A primeira cruz do Brasil é pequena e de ferro

A enorme cruz de madeira, que aparece no quadro “A Primeira Missa no Brasil”, pintado em 1861 por Victor Meirelles, não corresponde a pequena cruz de ferro, de 40 centímetros de comprimento, que foi realmente usada no primeiro evento religioso em nossa terra, no domingo, 26 de abril de 1500. A cruz de madeira que Victor Meirelles representa em sua tela foi construída para a segunda missa, rezada na sexta-feira, 1º de maio. A cruz de ferro foi deixada no Brasil quando a esquadra retomou a viagem para Calicute, no dia seguinte.

Da esquadra de treze caravelas que descobriu o Brasil, sabe-se o nome de apenas três

Sabe-se apenas o nome de três das 13 caravelas que compunham a esquadra portuguesa que descobriu o Brasil: São Pedro, comandada por Pero de Ataíde, El-Rei comandada por Sancho de Tovar e (Anunciada), comandada por Nuno Leitão. Das demais, sabe-se quem as comandou mas não o nome que tinham.

Retrato desconhecido de Tiradentes

Na polêmica sobre o que é mito ou verdade no episódio da Inconfidência Mineira, está o retrato de Tiradentes. Para dar mais autenticidade ao toque do martírio, foi inventado um alferes de barba, parecido com Cristo, quando nem mesmo a sua fisionomia se conhece. Tiradentes só foi reabilitado como herói a partir de 1870, quando começou a propaganda republicana. Todos os retratos a ele atribuídos, com barbas ou sem barbas, foram pintados a partir do fim do Império.

Segundo país do mundo a adotar selos foi o Brasil

O Brasil destaca-se na história dos serviços postais por ter sido o segundo país do mundo a emitir selos. O primeiro foi a Inglaterra. Em 1840, o governo britânico emitiu o selo de um penny, valor da menor moeda britânica em circulação. Trazia a efígie da Rainha Vitória. O selo brasileiro começou a circular dois anos depois, por determinação do imperador Pedro II. Tinha o nome de olho-de-boi. Foi emitido com os valores de 30, 60 ou 90 réis, conforme se destinasse a selar correspondência para a mesma cidade, o país ou o exterior.

Os 18 nomes de Dom Pedro

Dom Pedro I devia ter grande dificuldade em lembrar de seu nome completo, pois ele era composto por 18 palavras. O imperador se chamava Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon. Para o filho não ter o mesmo problema, dom Pedro II foi batizado com apenas 15, Pedro de Alcântara João Carlos Leopoldo Salvador Bibiano Francisco Xavier de Paula Leocádio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga.

Cheques foram criados para proteger patrimônio de ordem cristã

A substituição de moedas por cheques foi feita pela primeira vez pelos Cavaleiros Templários, uma ordem formada por monges guerreiros, criada para defender Jerusalém dos chamados “infiéis”, que matava e pilhava em nome de Deus. Com o tempo, os Templários foram adquirindo grandes riquezas, sendo alvos constantes de roubos e ataques durante suas viagens. Para proteger seu patrimônio, eles criaram um documento que poderia ser trocado por moeda corrente com os companheiros de outras cidades, o cheque.

As grandes, e imundas, navegações

Os navios usados nas grandes navegações eram verdadeiros lixões flutuantes, pois as condições de higiene da época não proporcionavam possibilidade de se manter as naus limpas. Os porões eram infestados por ratos e baratas que se multiplicavam a cada dia, sendo esses os locais escolhidos pelos tripulantes para fazer suas necessidades já que o enjôo marítimo dificultava a subida ao convés. Além disso, havia uma moléstia muito comum aos marinheiros chamada de escorbuto, doença causada pela carência de vitamina C, que causava enfraquecimento geral, hemorragias diversas, hálito fétido e inchaço e sangramento nas gengivas. Os marinheiros precisavam conviver a bordo com os doentes até encontrar um lugar para atracar. A solução para melhorar o cheiro e condições da embaacação era desinfetar os cômodos à base de vinagre.

Brasil já teve presidentes viúvos ou divorciados, mas nunca solteiros

O Brasil jamais teve um presidente da República solteiro. Ao longo desses 123 anos de República, apenas um viúvo – Humberto de Alencar Castelo Branco – tomou posse do cargo e apenas um presidente – Hermes da Fonseca – enviuvou e casou durante o mandato. Da mesma forma, somente um deles – Fernando Collor de Mello – era divorciado.

Durante 110 anos nenhum presidente pôs os pés no teatro onde Lincoln foi assassinado

Durante 110 anos, desde que Abraham Lincoln foi assassinado, em 14 de abril de 1865, no Teatro Ford de Washington, capital dos Estados Unidos, nenhum presidente tornou a pôr os pés nesta casa de espetáculos. A tradição foi quebrada em 1975, pelo então presidente Gerald Ford , para assistir a uma peça que retratava a vida de outro presidente, Harry Truman.

A única cidade brasileira fundada por franceses

Criada em 1612, São Luís é a única cidade brasileira fundada por franceses. Seu nome é uma homenagem a Luís XIII da França, o rei que ordenou a tomada do local. Antes da chegada dos europeus, a terra era habitada por índios Tupinambás, que a chamavam de Upaon-Açu (Ilha Grande).

Jornal Time é tão importante para os ingleses que foi bombardeado durante a II Guerra Mundial

A importância do jornal Time para os ingleses é tal que durante a II Guerra Mundial os aviões alemães bombardearam sua redação em Londres para “calar a Inglaterra”. Uma semana depois, o jornal voltava a circular, em uma redação improvisada, pedindo desculpas aos leitores pela “impontualidade”.

Decreto de Luís XIII mantém porta do Palácio da Justiça de Paris aberta

Uma das portas do Palácio da Justiça em Paris nunca se fecha. Em 1618, Luís XIII decretou que a porta deveria ficar sempre aberta, para que os súditos pudessem reclamar justiça a qualquer hora do dia ou da noite. O rei se foi, a Justiça francesa não funciona 24 horas por dia, mas como o decreto nunca foi revogado, cumpre-se a lei.

De onde vem o nome do Big Ben?

Big Ben, a famosa torre norte do Palácio de Westminster, em Londres, recebeu esse nome em homenagem a sir Benjamin Hall, o ministro de Obras Públicas da época da colocação do relógio que compõe o ponto turístico. Encarregado da obra, e pesando cerca de 158 kg, Benjamin inspirou o apelido do sino de mais de 12 toneladas (Big Ben=Grande Ben). A homenagem não foi esquecida com a inauguração do local, em 1859, tornando-se, com o tempo, o nome mais conhecido do lugar. O relógio do Big Ben foi projetado por Edmund Beckett Denison e contruído por E. J. Dent.

Dom Pedro I era amante insaciável

A partir dos 16 anos, dom Pedro I adquiriu fama de amante insaciável. Os nobres portugueses e ricos brasileiros escondiam as filhas quando o príncipe passava. A primeira da série de incontáveis amantes foi a bailarina francesa Noémi Thierry, com quem ele teve um filho (natimorto), antes que a Corte enviasse a moça de volta a Paris. A grande paixão de sua vida, entretanto, foi Domitila de Castro, a qual o nobre deu o título de marquesa, além de quatro filhos.

José e João foram os nomes que mais se repetiram entre os presidentes brasileiros

Entre os políticos que ocuparam a presidência da República, os nomes se repetiram foram João (João Café Filho, João Goulart e João Baptista Figueiredo) e José (Prudente José de Moraes, José Linhares e José Sarney). De todos, Prudente José de Moraes foi o único a ser eleito pelo voto direto.

Antônio Conselheiro morreu de diarréia

Ao contrário do que se diz, Antônio Conselheiro, o líder de Canudos, não morreu de ferimentos recebidos na batalha travada para defender seu reduto de Belo Monte. A causa foi uma prosaica diarréia que o desidratou antes do massacre final praticado pelas forças federais, que decapitaram seu cadáver para levar a cabeça como troféu.

Campanário da Igreja do Carmo, em MG, foi construído nos fundos por exigência de Chica da Silva

O campanário da Igreja do Carmo, em Diamantina, Minas Gerais, situa-se nos fundos e não na parte frontal como é corriqueiro. A raridade tem origem nos caprichos da ex-escrava Chica da Silva, amante do todo-poderoso desembargador João Francisco de Oliveira. Quando a igreja foi construída, ela exigiu o campanário nos fundos, para não ser incomodada pelo badalar dos sinos. Ele a atendeu.

De onde veio a expressão “Até tu, Brutus”?

A frase remete a uma famosa história da Idade Antiga. No século I a.C., o general romano Júlio César foi vítima de uma conspiração de senadores para tirá-lo do cargo. Entre eles estava o seu filho adotivo Marcus Brutus. O complô resultou no assassinato de Júlio César a punhaladas pelo grupo de senadores. Na hora da morte, Júlio César reconheceu o filho entre os seus algozes e proferiu a frase. “Até tu, Brutus, meu filho?”.

General cartaginês venceu batalha naval lançando cobras venenosas sobre o inimigo

O ser humano sempre foi engenhoso para criar métodos de eliminação de seus semelhantes. Trezentos anos antes da Era Cristã, o general cartaginês Aníbal derrotou os romanos em uma batalha naval, lançando contra os navios inimigos potes de barro cheios de cobras venenosas. O pânico pôs os marinheiros romanos em fuga.

Anita não foi a única paixão de Garibaldi

Anita não foi a única paixão de Garibaldi. Antes, amou Manuela Ferreira, sobrinha de Bento Gonçalves. A família se opôs ao romance porque ele era apenas um aventureiro. Manuela nunca se casou. Voltou para a casa dos pais, em Pelotas, e lá morreu em idade avançada. Vestia-se sempre de branco. Era conhecida como “a noiva de Garibaldi”.

Primeira brasileira na política

A primeira mulher a obter um mandato público no Brasil foi Alzira Soriano, em 1928. Ela elegeu-se prefeita do município de Lajes, no Rio Grande do Norte, apesar da proibição de que mulheres se envolvessem em política. Sua vitória foi possível apenas depois de um recurso judicial.

Primeiro comandante da Marinha brasileira foi inglês

O primeiro comandante da Marinha de Guerra do Brasil foi o almirante inglês Alexander Cochrane. Assumiu o cargo em 21 de março de 1823. Cochrane, discípulo do grande herói britânico Nelson, comandava a esquadra chilena quando foi contratado por ordem expressa do Imperador Pedro I.

Iniciativa mais precoce de abolição da escravatura no Brasil veio em 1823

É de José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência, a iniciativa mais precoce para abolir a escravatura no Brasil. Em 1823, propôs à Assembléia Constituinte a extinção do tráfico no prazo de cinco anos, seguindo-se a libertação gradual dos escravos. O tráfico só foi extinto em 1865. A abolição só veio em 1888.

Fonte: www.terra.com.br/curiosidades/historia/historia_01

4 Respostas to “Curiosidades Históricas”

  1. JULIANO - às 20:23 #

    Execelnte!!!

  2. Dorinha - às 11:57 #

    esse tipo de artigo engrandece o mundo acadêmico. obrigada .

  3. Gilce Vianna - às 08:42 #

    Exelente, continuem publicando!!!

  4. FABIANA - às 20:39 #

    adorei!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: