Arquivo | 18:29

Notícias de futebol

3 abr

Golaço de Lucas assegura vitória do São Paulo contra o Mirassol

A homenagem antes da partida foi para Rogério Ceni, pelo gol de número 100 do goleiro. Mas mesmo que simbolicamente a placa poderia ser repassada a Lucas neste domingo. Foi do meia o golaço que assegurou a vitória da equipe por 1 a 0 sobre o Mirassol, na Arena Barueri, pela 17ª rodada do Campeonato Paulista. O triunfo assegura ao Tricolor a vantagem de jogar as quartas de final em casa, já que não tem mais como o time sair das quatro primeiras posições.

SÃO PAULO             1                    X                    0            MIRASSOL
Rogério Ceni; Xandão, Alex Silva, Miranda e Juan; Casemiro, Jean, Carlinhos Paraíba e Lucas; Fernandinho (Henrique) e Willian José (Rivaldo). Fernando Silva, Samuel (Fabinho Capixaba), Luiz Henrique, Dézinho e Renato Peixe (Marcelinho); Magal, Jairo, Otácilio (Reinaldo Alagoano), Diego e Xuxa; Wellington Amorim.
Técnico: Paulo César Carpegiani. Técnico: Ivan Baitello.
Gol: Lucas, aos 27 minutos do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Lucas, Carlinhos Paraíba (SPO); Jairo (MIR).
Público: 5912 pagantes. Renda: R$ 122.941,00.
Local: Arena Barueri. Data: 03/04/2011. Árbitro: Paulo César de Oliveira. Auxiliares: Vicente Romano Neto e Alex Alexandrino.

Notícias de futebol

3 abr

Garra de Kleber supera a arte de Neymar: Verdão vence Peixe na Vila

Luta do Gladiador foi premiada no clássico deste domingo. Ele marcou o único gol da partida e manteve o Verdão na liderança do Paulistão.

Notícias de futebol

3 abr

Flamengo sua para marcar, mas bate Duque e dorme na ponta do Grupo A

Bomba de fora da área de Renato Abreu, aos 28 do segundo tempo, abre a vitória por 2 a 0, a primeira após três empates consecutivos na Taça Rio.

Notícias de futebol

3 abr

Flu despacha o Volta Redonda e vence a primeira de ‘série mortal’

Souza e Emerson marcam no 2 a 1. Triunfo é o primeiro dos cinco ‘obrigatórios’, segundo Enderson Moreira. Foco agora é a Libertadores.

Curiosidade do dia

3 abr

De onde vem a expressão “elefante branco”?

A expressão teve origem em um costume do antigo Reino de Sião, atual Tailândia. Lá, o elefante branco era raríssimo e considerado animal sagrado. Quando um exemplar era encontrado, deveria ser imediatamente dado ao rei. E, se um dos cortesãos, por alguma razão, caísse na desgraça do rei, este o presenteava com um desses raros animais. Não podia recusar o presente, nem passá-lo adiante, afinal era um animal sagrado e um presente real. A obrigação era cuidar, alimentar e manter o pelo do animal sempre impecável – o que representava grande custo e trabalho constante, sem nenhum retorno ou utilidade prática.